Domingo, 2 de Maio de 2004

Dark Goddess

darkgothic

A noite nunca é noite
O breu impenetrável
Nevoeiro intransponível
Eu desafio todos eles.
Sou a essência da tua salvação.
Fogo dos penhascos
Sangue na noite.
Só eu tenho esse poder.
A aurora dos tempos destruiu-te
Já nada podes fazer.
Ficas erecto. Megalítico.
Continuas na solidão.
Vou insistir.
Insistir na tua redenção.

Bina Ladina aka NightWitX às 23:49
| ...Comenta...
5 comentários:
De Anónimo a 4 de Maio de 2004 às 10:47
Belo! Numa noite assim, há sempre muita luz interior. Beijos.anne
(http://poesiasfragilidades.blogs.sapo.pt)
(mailto:ancembranelli@yahoo.com.br)


De Anónimo a 4 de Maio de 2004 às 04:27
Dá para cantar por cima desse tema de Craddle of Filth e tudo :D **********jesusrocks
(http://jesusrocks.blogs.sapo.pt)
(mailto:jesusrocks@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Maio de 2004 às 15:00
Gosto muito, mesmo muito, do ambiente que transparece nestas páginas. Nunca perco oportunidade de passar por aqui. Parece que desligo um pouco, nem que seja por alguns segundos...Muito bom!!! "Ochen Harosho"...na línguagem de Dostoievsky...Markovski
(http://www.1812.blogs.sapo.pr)
(mailto:markovski@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Maio de 2004 às 14:49
sim, tu és a essência da minha salvação, só tu tens o poder de me fazer feliz, de me dar forças para continuar a lutar... a lutar por ti... amo-te tanto minha doce Sandra ************|zAiTz3v||
(http://mdp.blogs.sapo.pt/)
(mailto:zaitz3v@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Maio de 2004 às 09:43
lindo... podia ser a letra de uma musica :) a serio, adorei beijos linda (K)'s forca. sei bem que consegues desafiar tudo e todos =)morro no altar de ti
</a>
(mailto:zargarida@hotmail.com)


Comentar post