Sábado, 14 de Agosto de 2004

Esperei

waiting  

 

 

Foste embora com um
Beijo fugaz mesmo frio.
Ventos sussurram adeus,..
Onde estás?

O escuro da noite já cobre os céus,
Nenhum vulto cruza aquele caminho.
Ventos uivam adeus,..
Quando voltas?


A Lua escarnece de mim
No alto do seu céu de constelações eternas.
Vendaval de emoções contidas,..
Porque me fazes sofrer?

O desejo de sangue, do teu sangue
Começa a tomar conta de mim.
Tempestade de cólera!
Não espero mais por ti!

Oiço um rumor, primeiro
Um pulsar… um bater de asas.
És tu...
Enfeitiças-me inteligentemente.
Enches-me de sonhos libidinosos,
Sensações obscenas, negras,
Morro num gemido extasiada...


Bina Ladina aka NightWitX às 01:33
| ...Comenta...
10 comentários:
De Anónimo a 17 de Agosto de 2004 às 22:07
Este teu texto é o que chamo uma declaração de amor do mais profunda e sensivel possivel.está lindo.como tudo o que sempre escreves e sonhas.beijokas deste teu nao de sempre mas pa sempre amigo ACAcácio Pinheiro
(http://porquenaomeamas.blogs.sapo.pt)
(mailto:angelion27@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Agosto de 2004 às 20:21
Só tenho 5 palavras para o descrever!
[L-I-N-D-O]
Adorei msm! :)
Continu a escrever! ;)
PAssa no meu mundo de devaneios e solidão...
|Morgana|Morgana
(http://darkplace.blogs.sapo.pt/)
(mailto:claudia_lagos@msn.com)


De Anónimo a 17 de Agosto de 2004 às 16:43
Ta lindo o poema...é mesmo triste quando alguem parte assim...
Escreves muito bem...parabens...
Aproveita para passares no meu blog e ver se gostas...
BjxGotika_girl
(http://gotikagirl.blogs.sapo.pt/)
(mailto:gotika_eyes@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Agosto de 2004 às 02:38
Um amor obscuro, que por vezes nos magoa, mas nos leva a ansiá-lo cada vez mais... Beijinhos*)Gilly
(http://lunaesoul.blogs.sapo.pt)
(mailto:gilly_lunae@hotmail.com)


De Anónimo a 16 de Agosto de 2004 às 00:08
Gostei do poema é denso, muito denso.analfabeto
(http://analfabetosexual.blogs.sapo.pt)
(mailto:pp@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2004 às 21:03
A despedida, a distância. Dilaceram o coração, mas a esperança do futuro é que importa. :) E ele vai trazer o teu amor para perto de ti. :) BjitosAnjo do Sol
(http://palavrasapenas.weblog.com.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2004 às 11:11
Ficamos sempre viciados em paixão. Quando esta desaparece, fica apenas um vazio desesperante. Só nos resta esperar por uma nova paixão.Distante
(http://distante.blogs.sapo.pt)
(mailto:distante@megamail.pt)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2004 às 01:51
Oi... Oh pa k koisa linda... tu eskreves mm bem... mt melhor k certas pessoas... Sem kerer ofender obviamente a pessoa k n vou dizer o nome pk é a eyeliner... 'Tá mm linduh... Xau jks enormes pa MELHOR eskritora do mundo... *muah*malukita
</a>
(mailto:d@d.pt)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2004 às 01:50
Muito bonito este poema. A doce tristeza da partida que nos faz pensar mil e uma coisas... nem sempre boas... vou linkar-te :) bjs***†Profetiza†Morta†
(http://www.profetizamorta.blogs.sapo.pt)
(mailto:bloody_rose666@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2004 às 01:49
desculpa ter-te dado ins+iração para estas palavras... desculpa ter-te feito esperar tanto, ter saído tão depressa... e deixar-te sempre tão fora do meu mundo... desculpa... amo-te muito *******|zAiTz3v||
(http://mdp.blogs.sapo.pt/)
(mailto:zaitz3v@hotmail.com)


Comentar post