Quarta-feira, 25 de Agosto de 2004

Máscara

me


A máscara está a tomar
Conta de mim.
Não consigo representar
Esta faceta alegre.
Este meu lado colorido,
Risonho e doce.
Nada é bom neste canto do mundo.
Agride-me esta distância,
De ti, da realidade, de tudo!
E agora neste momento
Estou a lutar porquê?
Este lugar não é tão mau,
Calmo, escuro e frio,..
Mas não é seguro.
Atrai toda a maldade,
Todo o veneno da raça humana.
Esta metade alimenta-se do mal
Cresce e apodera-se e mim…
Sinto nas minhas veias,
Perversidade a possuir-me,
Escuridão a conquistar
Todos os vestígios de Luz.
Já não sei quem sou,
Talvez a máscara,
Talvez um monstro…
Onde estás Amor?
Está tão longe de mim…
Salva-me!
Tira-me daqui!
Não quero a máscara!
Quero-te só a ti!


Bina Ladina aka NightWitX às 01:58
| ...Comenta...
13 comentários:
De Anónimo a 11 de Setembro de 2004 às 12:46
este teu blog é lindo =))) o texto tb.. mto mto bonito! bjksBiG_M
(http://bigmena.blogs.sapo.pt)
(mailto:big_m@sapo.pt)


De Anónimo a 30 de Agosto de 2004 às 04:34
O poema está simplesmente lindo! Vou voltar. Já agora importas-te que faça um link do teu blog, no meu? bjsninoka
(http://ninoka.blogdrive.com)
(mailto:mocho_dinamico@hotmail.com)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2004 às 18:10
ola..bigada por teres comentado o meu blog..( http://saraseizesnx.blogs.sapo.pt) bj e vai paxando no meu pq eu n vou deixar de visitar..bjsara
</a>
(mailto:sasa8@sapo.pt)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2004 às 14:31
Antes de mais obrigados pelas tuas palavras no meu blog :O) Gostei do texto! Está muito bonito e expressa muito bem o sentimento que tens para com o mundo. Venho nas tuas palavras as minhas, eu tambem me escondo do mundo... melhor, eu isolo-me, tapo a luz da minha alma com um manto negro para quem ninguem me possa atentar, expelo tudo à minha volta com a minha diferença, sei em quem posso confiar, sei a quem do meu amor posso dar. Fazes bem em te esconder do mundo, mas não deixes que essas mascara te torne consumida pelo abismo da dualidade entre o negro e a solidão. Tens de saber tirar a mascara para quem gosta de ti. Um jinho :O)Hijo De La Luna
(http://hijodelaluna.blogs.sapo.pt)
(mailto:hijo_de_la_luna@hotmail.com)


De Anónimo a 28 de Agosto de 2004 às 22:49
Eu também tenho que usar máscaras muitas vezes, mas é a sociedade que nos obriga a isso infelizmente.Besitos!Akasha
(http://akasha.blogs.sapo.pt)
(mailto:akasha2@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Agosto de 2004 às 22:23
Difícil tirar as máscaras, parece que ficam coladas a nós!Bom fim-de-semana.BeijosMWoman
(http://devaneio.blogs.sapo.pt/)
(mailto:siilvam@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 23:49
Oi!!! Olha vai ao bloguito... cronica em que tu entras... Tá fofa a cronica... dps a gente troca umas ideias... dsclpa n ter dituh nada sobre ela... -******************* beijos gigantes malukita
</a>
(mailto:d@d.pt)


De Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 20:59
no fundo serás sempre linda... a distancia... é algo complicado... mas enfim... beijinhooomorro no altar de ti
(http://vidaeterna.blogs.sapo.pt/)
(mailto:zargarida@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 14:01
Todos nós temos duas faces... O poema está lindo! Adorei! =) Vou aparecer mais vezes!pandyxinha
(http://complexus.blogs.sapo.pt)
(mailto:pandyxinha@msn.com)


De Anónimo a 25 de Agosto de 2004 às 08:33
Eu sei bem o que é usar uma máscara para iludir a sociedade hipócrita... Excelente poema.Distante@megamail.pt
(http://distante.blogs.sapo.pt)
(mailto:Distante@megamail.pt)


Comentar post