Quarta-feira, 8 de Setembro de 2004

Ghost Shade

A cama do hotel estava vazia.
Ouvia ao longe o murmúrio
Das ondas furiosas na falésia.
O odor de terra molhada
Misturada com a maresia
Invadia o quarto devagar.
As primeiras gotas de chuva
Daquele Outono, caíam lá fora
Grossas e penetrantes.
O relâmpago iluminou o quarto.
Também te iluminou.
Calado apenas a observar-me.
Foi o derradeiro canto do cisne.
O teu último olhar que me
Assombrou e fez sonhar
Numa esperança demente
Como tudo o que depois vivi.




Hoje o relâmpago voltou.
Voltou para iluminar a vida
Que tenho agora contigo bem longe.
Sente tu agora o sabor ácido
Do abandono que queima a alma,
As noites frias, sem um carinho.
Tu és sempre protegido por todos,
Não passarás por noites e dias
De tortuosos silêncios e solidão.
Talvez de muito ruído e multidão,
Sem conseguir tocar um rosto
Mas sente essa dor na alma.
Não chames ninguém. Sente-a.
Tu. Só. Não tragas ninguém,
Chora pela tua vida perdida,
Por todos os momentos que
Não quiseste viver.

</p>

ghost


Descansa em paz.
Que o peso da solidão
Não te façam pedir espaço para respirar.


Bina Ladina aka NightWitX às 12:23
| ...Comenta...
6 comentários:
De Anónimo a 10 de Setembro de 2004 às 15:52
As vezes a noite é fria, as vezes o escuro e o silencio doem... (...)(...)
"sinto essa dor na alma.
Não chamo ninguém. Sinto-a.
Eu. Só.
Enquanto choro pela vida perdida,
Por todos os momentos que
Não consegui viver." (...)
Obrigada por teres ido ao meu blog.
Beijo.Doryanne
(http://secretamentefragil.blogspot.com)
(mailto:doryanne@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Setembro de 2004 às 13:42
Sem duvida nenhuma que é um texto divinal, muito bem escrito e muito bonito. Adorei!
Jokas grandes!!Cientista_Maluca
(http://cientistamaluca.blogs.sapo.pt)
(mailto:cientista_maluca@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Setembro de 2004 às 01:46
Saudações profundo mas bonito sentimento.
Felicidadesangeliser
(http://www.poetaslunares.blogs.sapo.pt)
(mailto:angeliser@wolfheart.org)


De Anónimo a 10 de Setembro de 2004 às 01:26
Que se pode dizer??? Além de divinal, maravilhoso... Mas isso já toda a gente sabe... óbvio... Escrito por ti... Xau jks enormes ******* Fica bem... e resa para que o sapo tenha ficado bom de vez!!!malukita
</a>
(mailto:d@s.pt)


De Anónimo a 9 de Setembro de 2004 às 20:01
O frio da noite a dor do silêncio, por vezes magoa. Adorei o texto.analfabeto
(http://analfabetosexual.blogs.sapo.pt)
(mailto:pp@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Setembro de 2004 às 00:55
nunca mais voltarás a sentir o sabor do abandono, não o permitirei. serás sempre a minha nina, não importa o que se passe, ficaremos sempre juntos! amo-te muito *********|zAiTz3v||
(http://mdp.blogs.sapo.pt/)
(mailto:zaitz3v@hotmail.com)


Comentar post